CONTADOR DE VISITAS




Google+ Followers

Seguidores

quinta-feira, 25 de junho de 2009

TuHiReOriginalinstrumental

Comece a mandar ainda Hoje! Grátis!



[b]Gostou da música? Mande também![/b]

www.Musicas-Especiais.com







Amanheceu,

O silêncio ferido de morte

agonizou

Os sons do cotidiano

em brado forte

irrompem das ruas

A quietude expirou

pássaros entoam seu canto matinal

portas batem, janelas se abrem

O sol se deita sorrateiramente

sobre as casas e asfaltos

Ouve-se suspiros profundos e altos

O vento tremula entre as folhas das árvores

varre das ruas as sobras da noite

agita a cabeleira crespa dos mares

Passos agitados, gente correndo

Máquinas em funcionamento

Risos, prantos, lamento

a noite se desfazendo

Amanheceu,

o dia exala o seu cinzento odor

uma formiga apressada carrega uma folha

inaugura seu rotineiro e áspero labor

Nenhum comentário:

Postar um comentário