CONTADOR DE VISITAS




Google+ Followers

Seguidores

quinta-feira, 25 de junho de 2009

O que os seus olhos observam




Seja você quem for

quando lançar sobre mim o seu olhar

não antecipe os juízos de valor

não despeje sobre mim

suas críticas meteoríticas

ou o ignóbil sentimento de piedade



Remova a máscara que camufla o seu observar

Veja-me com os olhos de quem busca o amor

Com a persistente intensidade do sol rutilante

Que penetra a linha do horizonte



Veja-me com os olhos de quem busca compreender

lembra que é míope o seu olhar

não é sem tropeços o seu caminhar

há nuvens de areia sobre o seu sorriso

nas paredes do seu interior

há rachadura, enorme friso



O que você conhece a meu respeito ?

Se me conhecesse profundamente

seria sábio e não me julgaria

se conhecesse plenamente a si próprio

seria iluminado e somente para si mesmo olharia

Nenhum comentário:

Postar um comentário