CONTADOR DE VISITAS




Google+ Followers

Seguidores

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Quando amanhece em mim




Quando em mim amanhece

sereno é o fôlego da reflexão

que meus sentimentos, aquece

salpicado de luz, pulsa o meu coração



Minhas vontades e segredos destelhados

se derramam como o sol em céu crepuscular

deixo-me vagar pelas vigas dos meus sobrados

contemplo uma alvorada que desponta em meu olhar



Nas trilhas que o destino esculpiu

não sei o quanto de mim ficou

cimentado nas lacunas do tempo

e o quanto de mim encontrou

a liberdade nas espirais do vento

não sei na inteireza, o que do meu ser fluiu





Sei apenas, que quando amanhece em mim

flores aromáticas espocam na alma

borboletas coloridas bailam, por fim

com admirável elegância e calma

Nenhum comentário:

Postar um comentário