CONTADOR DE VISITAS




Google+ Followers

Seguidores

Poema ao acaso

Poema ao acaso

sexta-feira, 26 de junho de 2009

TORNANDO SONHOS REALIDADE




Que me vale dizer,
Eu já tive um amor!
De que me adianta dizer,
Eu já tive uma fonte, mas ela secou!

De que me valerá gritar
Que sou inocente,
Se aos que vão me julgar
Eu não sou convincente.

Que me adianta eu exortar um passado,
Passado que só eu conheço os demais ignoram
E que pode ser o calvário onde fui crucificado.
As lembranças são minhas, só eu choro!

Por isso eu não exalto os amores que tive,
Nem os bens que algum dia eu possui.
É feliz aquele que passa pela vida e vive
Tornando sonhos realidade, isto eu consegui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário