CONTADOR DE VISITAS




Google+ Followers

Seguidores

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Crisântemos vermelhos






Aproximou-se de mim com serenidade

Como um sopro de brisa primaveril

Tocou minha face sem fazer alarde

Acendeu em meu peito o pavio

Tateou as mãos orvalhadas

Pelo meu corpo já cambaleante

Sussurrou palavras de amor adornadas

Com respiração ofegante

Chamou-me " amada de minh´alma "

Envolveu-me em seus braços

Com surpreendente calma

Lançou-me o olhar do desejo

Refletido em espelhos

Do brilho aveludado

Dos crisântemos vermelhos

Nenhum comentário:

Postar um comentário