CONTADOR DE VISITAS




Google+ Followers

Seguidores

Poema ao acaso

Poema ao acaso

quinta-feira, 2 de julho de 2009

DE TANTO AMOR ***


DE TANTO AMOR ***



Digna de todo o meu amor, por isso eu te amo tanto.
Eterna e terna musa dos meus versos és o meu manto

Todo o meu amor é seu, faço qualquer coisa por você
Amor assim igual ao nosso não existe pode procurar
Nada é capaz de nós separar, nosso amor nos aquece
Tudo que faço é pra você, conjugamos o verbo amar
O meu amor tem a chama viva, que vive a sua mercê.

Amá-la é o meu dom maior, um amor que não se esquece.
Meu amor encontrou no seu amor um cais firme e seguro
O amor que eu lhe dedico é o mesmo, você bem conhece.
Resta pra mim te dizer agora: Meu amor é seu, e é puro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário