CONTADOR DE VISITAS




Google+ Followers

Seguidores

segunda-feira, 6 de julho de 2009

" Entre minhas páginas "





Quando o tempo sacode sua cabeleira despenteada
Solta aqui e ali alguns fios embolados
Momentos avulsos da minha estória emoldurada
Lembranças localizadas entre meus perdidos e achados



Entre uma página e outra das minhas memórias
Vejo-me protagonista de uma ruma de estórias
Descubro-me ferrenha ativista
De minhas verdades inglórias



Porém, alivia-me não ver, perambulando escravas
Memórias torpes, em sonhos dispersos, perdidos
Vejo sim nas mesmas páginas, tantos poemas erguidos



Que a rudeza dos meus dedos, escancare as palavras
Destile lealdade nos versos nus que terei deixado
Escritos na última página...Esse será meu legado...

Nenhum comentário:

Postar um comentário